domingo, 30 de junho de 2013

Como usar as redes sociais a favor da aprendizagem

Conheça a melhor forma de se relacionar com a turma nas redes sociais e saiba como o Facebook, o Orkut ou o Twitter podem ser aliados do processo de aprendizagem


Leia o artigo no site da revista Nova Escola:



POSTADO POR:
Juliana Vasconcelos de Andrade
Vanderleira Lucena Meira
Graduandas de Licenciatura em Pedagogia - UFCG 
Bolsistas do Programa de Educação Tutorial - PET 

sábado, 29 de junho de 2013

V Fórum Internacional de Pedagogia (FIPED)


Nos dias 26, 27 e 28 de junho de 2013, em Vitória da Conquista, Bahia, ocorreu, em sua quinta edição, o Fórum Internacional de Pedagogia, sendo seu tema geral, Pesquisa na Graduação: Justiça social, diversidades e emancipação humana. 
O evento, organizado em parceria com a Associação Internacional de Pesquisa na Graduação em Pedagogia-AINPGP, se apresentou como um espaço de fortalecimento da pesquisa na graduação, possibilitando a divulgação de trabalhos de pesquisas produzidos por alunos de graduação em Pedagogia e áreas afins.
Conferência de abertura: Formar Professores: Desafios do Nosso Tempo

Dra. Maria Manuela Franco Esteves – Universidade de Lisboa – Portugal 


O Fórum realizou-se através de conferências, palestras, mesas-redondas, grupos de trabalhos, oficinas e atividades artístico-culturais e contou com a participação de graduandos, graduados e profissionais de universidades do Brasil, Portugal, Moçambique e Honduras.
A PETiana Laís Venâncio de Melo participou do evento e apresentou a pesquisa mais recente no Grupo de Trabalho "Políticas Públicas em Educação, Ações Afirmativas e Mudanças Sociais", intitulada por "A implantação do Programa Mais Educação e o incentivo ao voluntariado em duas escolas estaduais de ensino fundamental de Campina Grande-PB", a qual foi realizada em partilha com outra PETiana Micaelle Ribeiro do Nascimento.

Comunicação oral em Grupo de Trabalho da PETiana Laís Venâncio de Melo
Conheça mais sobre o Fórum clicando aqui.


Postado por:

Laís Venâncio de Melo 
 Graduanda em Licenciatura em Pedagogia - UFCG
Bolsista do Programa de Educação Tutorial - PET


sexta-feira, 28 de junho de 2013

Professoras trabalham a cultura nordestina com alunos do Pré I na cidade de Gurjão - PB


         Na tentativa de inserir a cultura nordestina no imaginário de crianças que estudam o Jardim I na Creche Municipal da cidade de Gurjão, as professoras trabalharam em sala de aula com os símbolos juninos. “Os pequenos puderam compreender um pouco do universo cultural de nossa região através de atividades coletivas que ressaltavam um cenário cheio de balões, fogueiras e comidas típicas”, afirma a professora Cléia Cavalcante..

              Segundo a coordenadora pedagógica, Lúcia de Marilac, atividades como essa contribuem com o processo de ensino-aprendizagem das crianças. Ela ainda destacou a importância de trabalhar a cultura regional no espaço escolar. “É fundamental que os professores apresentem essa identidade cultural que precisa ser construída na mentalidade das crianças desde pequenas”.

         Além disso, os alunos realizaram uma apresentação com a música “Flor do Mamulengo” interpretada pela banda de forró cearense, Mastruz com Leite. A canção fala sobre a história de uma boneca de pano que se apaixonou por seu colega, só que o amor não era correspondido.  Através da música os alunos tiveram contato com o teatro de mamulengos, uma das maiores representações do teatro popular brasileiro.

         Durante a apresentação cada criança retirava um boneco de uma caixa para fazer a encenação conforme a música. “Achei tudo lindo, as professoras estão de parabéns, iniciativas como essa não deixam que as tradições do nosso tempo e a história da cultura nordestina se percam no tempo”, revela Desterro Medeiros, mãe da pequena Paloma.
Texto e imagens: Roberta Lucena- Repórter do Portal de Olho No Cariri.
_______________________________________________________________________

Algumas reflexões
Sem dúvidas trabalhar com a cultura dos alunos é um fator basilar no processo ensino-aprendizagem e a porta de entrada para um universo de várias experiências e descobertas. A cultura nordestina, a nossa cultura, é rica em músicas, danças, comidas, lendas, personagens e isso desperta a imaginação de todos, inclusive das crianças.
Vários estudiosos, tal como Vygotsky, colocam que todo o trabalho com os alunos  devem partir dos conhecimentos prévios que estes possuem, pois possibilitam inúmeras metodologias e principalmente, permitem a criança, a partir do concreto, compreender e construir diversos conhecimentos  abstratos.



POSTADO POR:
Juliana Vasconcelos de Andrade
Vanderléia Lucena Meira
Graduandas de Licenciatura em Pedagogia - UFCG 
Bolsistas do Programa de Educação Tutorial - PET


quarta-feira, 26 de junho de 2013

Câmara aprova projeto que destina 75% dos royalties do petróleo para educação

A Câmara dos Deputados aprovou o projeto de lei 5.500/2013 que destina 75% dos royalties do petróleo para a educação e os 25% restantes para a área da saúde na madrugada desta quarta-feira (26).
O projeto foi aprovado por consenso, após negociação entre as lideranças. Originalmente, o PL destinava 100% dos royalties para educação.
Ficou também com a educação 50% do Fundo Social -- em vez de 50% dos rendimentos do montante desse fundo. E o critério para começar o repasse dos recursos é "declaração de comercialidade" em vez de ser a assinatura dos contratos. O setor da educação receberá  esses recursos até que sejam atingidos os 10% do PIB, meta do PNE (Plano Nacional de Educação) que tramita no Senado.
Segundo o deputado André Figueiredo (PDT-CE), autor do texto substitutivo, os investimentos em educação e saúde devem alcançar  R$ 280 bilhões na próxima década com as mudanças aprovadas.
Horas antes, a Câmara engavetou a PEC 37 que restringia os poderes de investigação do MP (Ministério Público). Assim como o arquivamento da PEC 37, a votação da destinação dos royalties para a área social é uma resposta da Câmara aos protestos que tomaram as ruas nas últimas semanas. Os deputados também aprovaram projeto de lei complementar 288/2013 que estabelece novas regras para a distribuição dos recursos do FPE (Fundo de Participação dos Estados) a partir de 2016. 
 
Os royalties são uma espécie de taxa cobrada das concessionárias que vão explorar o petróleo -- e ficam com o poder público (União, Estados produtores e municípios produtores).


FONTE:http://educacao.uol.com.br/noticias/2013/06/26/camara-aprova-projeto-que-destina-75-dos-royalties-do-petroleo-para-educacao-e-25-para-saude.htm

POSTADO POR:
ELIZÂNGELA FRANÇA 
MERYGLAUCIA AZEVEDO
Graduandas de Licenciatura em Pedagogia - UFCG 
Bolsistas do Programa de Educação Tutorial - PET
 

domingo, 23 de junho de 2013

Interessante análise do Professor Mauro Iasi (UFRJ), acerca dos movimentos espalhados pelo país


As recentes manifestações de massa que eclodiram no país no mês de junho, são a prova da insatisfação da sociedade perante a realidade do Brasil, insatisfação esta que já ocorre a muito tempo em relação aos serviços e bens prestados, nas áreas da saúde, da educação, da segurança pública, do transporte coletivo, dentre outras.



quinta-feira, 20 de junho de 2013

A camino del cambio del mundo


Al menos 240.000 personas salieron a las calles en 11 capitales del pais en las mayores manifestaciones desde ocurrido en 1992 con el "impeachment" del presidente Fernando Collor de Mello por corrupción.


Postado por:
Jéssica Rodrigues de Queiroz
Pâmella Tamires Avelino de Sousa
Graduandas de Licenciatura em Pedagogia - UFCG
Bolsistas do Programa de Educação Tutorial - PET
                                                                                   






quinta-feira, 13 de junho de 2013

Inscrições PET Debate: Estratégias Educativas do Capital


INSCRIÇÕES ENCERRADAS

As inscrições para o PET Debate estão abertas.
Não perca tempo, as vagas são limitadas!

Para conhecer o evento e se inscrever, clique aqui.


Antonio Gramsci

Todo Estado é uma ditadura.